Um projeto sustentável

Um projeto sustentável
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Com racionalização do consumo após o reúso no Maanaim, a água é devolvida tratada à natureza.

Atenta aos acontecimentos proféticos, conteúdos da aula o Toque das Trombetas, no curso Doutrinas Bíblicas, e as suas consequências ao meio ambiente com o agravamento da crise hídrica, a Igreja Cristã Maranata desenvolve projeto de racionalização de água no Maanaim, em Domingos Martins, no Espírito Santo.

O projeto de reúso além de gerar uma economia considerável, devolve água limpa à natureza. Mas isso só foi possível depois da instalação no local de uma estação de tratamento com capacidade para 6 litros por segundo. A iniciativa tornou-se exemplo de sustentabilidade para a igreja e também para as comunidades locais.  

A propriedade com 2,6 milhões de metros quadrados, sendo 200 mil metros de área urbanizada e 20 mil metros de área construída na região central é utilizada quinzenalmente para realização de seminários para quase 5 mil pessoas, época em que o consumo d’água chega a quase um milhão de litros.

O projeto de sustentabilidade foi desenvolvido em 2014, em função da ameaça da escassez dos recursos hídricos no país. Além do reúso, são devolvidos 800 mil litros de água tratada ao rio Jucú, um dos principais mananciais do estado com uma extensão de 166 km, que corta a propriedade e é responsável pelo abastecimento de água de 60% da população da Grande Vitória.

''O processo começa com um tratamento preliminar, uma caixa de areia com gradeamento. Depois, passa pelo processo primário, constituído de quatro fossas sépticas com filtro anaeróbio. Em seguida, o processo secundário, com filtro aeróbio. Depois, a água vai parar na estação de reúso, com o tratamento físico-químico'', explica o pastor José Marcos, engenheiro responsável pelo desenvolvimento do projeto.

O gerente operacional do Maanaim, Marco Aurélio também falou da aplicação da água reutilizada. “Nós pegamos o efluente da estação de tratamento de esgoto e fazemos o tratamento na estação de reúso, para a utilização em limpeza de vias, descarga nos vasos sanitários e aguar plantas”, disse.

O Maanaim também possui uma estação de tratamento de esgoto de 2,5 mil metros quadrados, suficiente para atender uma cidade de oito mil habitantes. É considerada a segunda maior do Estado. A água utilizada no banho e na louça é conduzida a esta estação. Lá, junto com o esgoto, esta água é tratada e devolvida à natureza.

A água do Maanaim é captada em doze fontes naturais e oito nascentes que jorram em média 50 mil litros por hora. O abastecimento é para consumo próprio, banheiros e cozinha. Além desses recursos naturais, o local conta com quatro poços artesianos, feitos para armazenar a água extraída das fontes e nascentes. E para que essas nascentes continuem jorrando água, o Maanaim desenvolveu também um projeto de reflorestamento em toda propriedade, principalmente nas áreas de nascentes.

Um projeto sustentável

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados

Olá, deixe seu comentário para Um projeto sustentável

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Maxuel Menine Silvano

Maxuel Menine Silvano

APDSJ!
Eu, só tenho que parabenizar pelo projeto deste trabalho sustentavél que a Igreja Crista Maranata desenvolvel no Maanaim, parabéns a todos, a diretoria, e os dirigentes desse projeto!!!
★★★★★DIA 27.11.16 03h02RESPONDER
N/A